<-- home

Metodologia whatnext

Nas férias do ano passado, buscando o que fazer pra passar meu tempo, resolvi otimizar alguns problemas que eu tinha na vida. O primeiro deles era o fato de eu escrever muita coisa, coletar muitas informações, e dificilmente olhar elas novamente. Dado esse problema criei o remember_random, um aplicativo que faz crawling de textos na minha wiki e me mostra eles. Depois dele me tornei o cara que mais consegue lembrar citações no meu círculo social (e isso nem sempre é bom, vide meu novo apelido: gerador de lorem ipsum da ciência). Mas o assunto desse post é o outro aplicativo que criei naquelas férias: o whatnext (wn).

O wn foi criado pra tentar resolver a dor de nunca estarmos satisfeitos com nosso progresso intelectual. Aliviar aquele sentimento de que não estamos fazendo o suficiente. E ter um balanço entre os tópicos de estudo. Se você é como eu (polímata wanna be) já sentiu a dor de ter muitos assuntos pra estudar. A quantidade de conhecimento já produzido é aterradora. E sempre aparece algo novo que brilha nossos olhos. E quando nos damos conta, estamos estudando o mais novo assunto e deixamos todos os demais de lado.

Por outro lado, muita gente tentando tomar rédeas do estudo recorre a medidas drásticas, cria-se calendário, metas intermediárias, datas de revisão etc. Eu sou preguiçoso demais pra isso. Mas ainda quero ter algum controle sobre meus estudos. Por isso criei uma metodologia hacker.

A metodologia do wn é muito simples:

1. Cadastrar os assuntos

Para ter controle sobre um assunto você precisa cadastrá-lo preenchendo as seguintes informações:

  • a prioridade do assunto
  • a complexidade do assunto
  • o objetivo que se deseja obter estudando o assunto

Dadas essas informações o wn te dá uma lista ordenada do que é mais importante estudar agora.

main list

2. Estudar

(essa parte não tem mágica mesmo)

3. Registrar a sessão

Uma vez que você estudou algum assunto você diz pro wn o que fez. Esse passo é necessário pra calcular quais as novas prioridades.

Essa informação também permite montar um belo histórico que dá uma sensação de progresso e que você pode usar pra recapitular o que você fez na última sessão de estudo.

log


Pronto! A interação do usuário é simples né? E com essas informações dá pra fazer muita coisa.

O wn já possui um “modo cansado” que permite você reordenar as prioridades deixando itens menos complexos no topo. Dessa forma você consegue ser produtivo até quando não quer ser produtivo.

O wn te dá estatísticas de quanto tempo você já investiu em algum assunto. O meu, por exemplo, tem 16 horas investidas em open-source, isso é um baita incentivo para continuar praticando. Note que open source não é bem um estudo, é mais uma disciplina. E isso é outro detalhe interessante do wn: ele serve como um escalonador de tarefas recorrentes. Apesar de ser focado no estudo, você pode usar o wn pra outras atividades que precisam ser feitas com frequência.

detail

Outros assuntos recorrentes que não são estudos mas estão no meu wn:

  • meditação
  • exercícios físicos
  • blogging

Preciso deixar claro que o wn não é um calendário ou um todo-list. Ele serve pra te sugerir quais assuntos são mais importantes estudar. Não serve pra te dizer quando fazer. Ou exatamente que parte do assunto “estatística” estudar. O wn herdou muito a sabedoria dos métodos ágeis. Você não precisa planejar tudo, não precisa ter um plano muito a frente. O importante é saber o próximo passo e onde você quer chegar. Mais do que isso é muito difícil de prever.

Essa natureza limitada do wn é um de seus pontos fortes. Um calendário fixo não incorpora assuntos de última hora ou seu estado de espírito. Nem sempre você está com temperamento pra estudar física. Mas ter no topo da sua mente que física é o mais importante no momento te ajuda a criar um espaço pra fazer esse estudo com calma em breve. E no meio tempo você pode pegar outros assuntos que são quase tão prioritários mas se alinham com seu humor.

Tenho bastante coisas pra falar do wn ainda. Mas não quero aborrecer meu leitor. Eventualmente vou preparar um vídeo usando wn na prática. Espero que você tenha curtido a ideia do wn. Eu estou viciado no aplicativo, tanto que já tenho 168 horas já registradas nele.

O wn tem uma versão web e uma pra terminal. Preciso de sua ajuda, caro leitor, pra validar a metodologia e receber críticas sobre a interface. E se você é dev saiba que o wn é open-source e vai continuar sendo pra sempre. Eventualmente gostaria de contar com suporte dos usuários para servir a aplicação. Mas o source estará sempre a seu dispor, e estou ansioso por mais contribuições (o wn é escrito em python, shell, elm e haskell).